quarta-feira, 23 de maio de 2007

taxi, please!


Rapaz, se tem uma coisa difícil em New York é conseguir pegar um taxi! Outro dia saí de uma loja com um amigo. Com as coisas que estávamos carregando não ia dar pra ir pra casa de metrô, então tivemos a brilhante idéia de pegar um taxi. O dia estava perfeito: chovia e batia um ventinho gelado! Tudo o que a gente queria era chegar em casa.
O Alê ficou com as coisas e eu fui chamar o bendito do taxi. Dei sinal pro primeiro, ele nem parou. Segundo, mesma coisa. Terceiro, quarto e nada. No quinto o cara parou e eu me sentia mulher mais feliz do universo. "Você está indo pro Brooklin?". No que eu respondi "não", o cara disse que sentia muito, mas aquele era o caminho dele. "Como assim?" perguntou a minha indignação! Para a minha surpresa ouvi a mesma coisa de outros dois.
Um senhor muito gentil, sensibilizado com a nossa situação, disse que daquele lado da rua não ia rolar. Eu deveria ir pro outro lado, na Broadway, pra conseguir alguma coisa. Fui.
E da-lhe chuva!
E o Alê passando frio na porta da loja.
Na mesma calçada em que eu estava, metade da população de NYC se estapeava por um carro amarelinho. Eu, com o braço esticado, via os taxis parando para outras pessoas que estavam mais à frente. Ô desespero!
De repente um pára pra mim! A Glória! "Pra onde você vai?". No que eu pensei "de novo, meu Deus?". Jersey City, respondi. "Ah, não! É longe". "É não, moço! Fica logo depois do túnel!! Esse é o décimo taxi que eu tento.".
Bom. Chorei o suficiente pra ele "aceitar" nos levar mediante uma tarifa bem salgada.
No meio do caminho o motorista foi ficando mais simpático. Descobrimos que ele é do Uzbequistão e mora em NYC há treze anos. Não sei como são as coisas no Uzbequistão. Talvez os motoristas de taxi de lá sejam mais gentis e esse moço tenha se lembrado de casa por alguns minutos. Sorte minha!! Mesmo assim não teve descontinho na corrida... Fazer o que? Nem tudo é perfeito!!
Depois dessa experiência, percebi que o ideal é não usar taxis por aqui! Até porque tem metrô pra tudo quanto é canto. Aliás o metrô é interessantíssimo. Qualquer dia falo dele. See ya!!

4 comentários:

Aninha disse...

nanana !! lerolero
eu já sei do metrô !

cesar disse...

por que pegar taxi se voce ja comprou um carrao em ny???

Silvana Monteiro disse...

Nooossaa... uma história melhor que a outra... rsrsrsrs...
Continua... escreve mais, vai?!?!?!

cesar disse...

nao sei por que, mas acho que os posts desse blog aumentarao daqui em diante... bom para nos, leitores... beijo proce